terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Esperança e treinos puxados




Oi gente... Sério: que saudade daqui. Tenho sentido muita falta dos bebês fofos da blogsfera... Tenho matado a saudade de alguns no face. Tava babando a Malu da Rê por lá e resolvi vim aqui contar as novidades.
Estou morta!!! Morta de cansada... O concurso que eu tanto desejei finalmente está pra sair. E sinceramente??? Não sei se essa é a melhor hora pra isso.
Deixa eu explicar pra vocês... Quando casei fiquei em casa me dedicando inteiramente a concursos. Não queria ter um filho sem antes estar estável, num emprego legal e coisa tal. Meu sonho mesmo era Tribunais, mas depois que fiz uma prova do TRT-AL em que só errei duas questões e fiquei em 536ºlugar, desisti! Vi que era um sonho quase que impossível. Pois mesmo fechando a prova, ainda ficaria em uma classificação alta, pois o critério de desempate é a idade, e teoricamente ainda sou jovem.
Até que surgiu o concurso da PRF. Meu marido me deu a maior força pra eu fazer. Salário legal, trabalha apenas 7dias no mês (trabalha 1 dia e folga 3), estabilidade garantida. Que mais eu poderia querer? Nunca tinha estudado pra PRF, mas quando saiu o edital meti a cara. Foram 3 meses estudando dia e noite. Ficava até as 3h da manhã estudando. Mal namorava com maridão, mal saíamos, mal tinha vida. Era estudar, estudar e estudar. Amei a prova e quando saiu o resultado eu havia ficado em 12ºlugar. Um amigo meu que estudava há 3 anos pra esse concurso não conseguiu passar. Meu marido e eu choramos, comemoramos. Podíamos enfim ter nosso baby. Preparei-me pro teste físico, e tudo mais, quando após alguns dias a bomba: concurso suspenso por suspeita de fraude. Alegria de pobre dura pouco né? affff
Nesse mesmo tempo passei em 2 outros concursos. Um é o que trabalho até hoje. E cansamos de esperar pela PRF. Liberamos a chegada da herdeira, e somente quando fui chamada na Infraero, após 1 ano, é que o Beta HCG deu positivo. Tudo na hora de Deus.
Nesses 2 anos e meio esperamos ansiosos pela volta da PRF. Já tínhamos perdido as esperanças quando depois que Clarissa nasceu finalmente as coisas começaram a andar. E eu pensei: como vou treinar prum teste físico operada? Lembram que eu queria PN??? Era justamente temendo isso.
Com 2 meses de operada comecei a caminhar. Mas agora tudo indica que o cronograma dos testes irão sair. E a previsão é primeira quinzena de fevereiro. P#@%$%&¨&¨**(&*. Sinceramente? Não acredito que eu passe. Ontem comecei a intensificar os treinos. Se fosse só corrida eu tava dnetro. Mas tem a barra, que faz o corte da cirurgia doer quando me penduro e tem uma poxa de um pulo que só ninja consegue.
Estou tod quebrada aqui. Ontem fui treinar os pulos. Nem cheguei no mínimo. Mas vou pegar a técnica e vou conseguir. Eu tenho que crer nisso gente!
Pois esse concurso é a solução pros meus problemas. Até hoje não encontrei uma pessoa pra cuidar da Clarissa. E como será se eu tiver de voltar a trabalhar os dois horários??? Estou toda dolorida, por conta dos treinos pesados, mas quando olho pra minha filha e lembro do objetivo principal, vou treinar.
Orem por nós! Eu creio que Deus tem o melhor guardado pra mim. Ele sabe das nossas lutas, do meu sofrimento e não vai me deixar agora...
Estou sme cabeça pra nada. Só consigo pensar nisso. Não pelo dinheiro, estabilidade nem nada disso. Agora só consigo pensar em minha filha. Quero estar mais perto dela. E esse concurso é a solução pra isso.

Fiquem com fotinhas dela. Cresce cada dia mais sorridente, saudável e linda! Sem falsa modéstia. rs

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

A 1ª gargalhada a gente nunca esquece!





Clarissa está cada dia mais esperta. Droem bem menos agora. Só quer brincar, assistir tv e brincar de novo! Ela é super risonha. Há tempos ela vinha ensaiando dar uma gargalhada gostosa, fazia sempre um barulhinho quando ria, mas nada de gargalhar pra valer.
Dia 18 a noite eu estava no computador e ela brincando com o pai na cama... Quando escuto aquela gargalhada linda. Na hora parei tudo, fui correndo pro quarto, peguei a câmera e ela continuava rindo. Gargalhando. Tive medo de ela me ver e parar... Mas a garotinha não via nada pela frente. Só via seu pai brincando com ela e gargalhava. Enquanto isso eu filmava tudo e chorava, chorava sem parar. Que emoção. Posso comparar a emoção que senti ao vê-la sorrindo daquele jeito, com a emoção que senti quando ela nasceu. É muito lindo. Estamos fazendo de tudo para que o feito se repita, mas até agora nada. O melhor de tudo é que eu e meu marido pudemos presenciar esse momento dela. Maravilhoso. Ficamos bobos. Choramos, nos abraçamos. Foi realmente emocionante!
Sinceramente tive vergonha de postar o vídeo. O meu choro ridículo aparece no fundo mais do que a risada dela. kkkkkkkkk

E eu, permaneço nos treinamentos... Sinto que cada dia ganho mais resistência física. E vejo esse concurso como a resolução dos meus problemas. Até agora não encontrei uma pessoa para cuidar da Clarissa. Estamos sós. E creche por aqui perto não existe. Então, eu passando na PRF trabalharei apenas 7 dias no mês e terei todos os outros dias pra minha bebezinha.
Deus permita! Deus permita!
Se eu passar nesse teste físico, terei que fazer um curso de formação durante 4 meses em Fortaleza. Já antecipei pro maridão, ele e ela vão juntos. Ele fala que nossa renda vai diminuir, pois ele terá que sair do trabalho, que fica aqui me esperando... Mas isso não aceito. Não não e não. 4 meses longe dos meus amores? só se for pra eu morrer!!!

Ultimamente tenho pensado muito em outro baby. Sinceramente não quero demorar muito pra ter outro. Deixa Clariss fazer 1 ano e já libero. Amei ser mãe. Nunca vivi nada melhor.
Ah! Falar em 1 ano de Clarissa, já estou sonhando com a festinha dela. Quero algo simples, em casa mesmo, mas bem bonito. O que vocês acham de fazer um Jardim Encantado pra minha Flor?

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Voltei!





Oi gente... Como estão sendo de ano novo? O nosso está maravilhoso!
Andei sumida, eu sei. Sempre que posso, venho, vejo os comentários, leio alguns blogs, mas tempo agora vale ouro.
Sinto tanta falta daqui!
Mas a correria está enorme... Estou sozinha agora com Clarissa. Sem babá, ajudante ou algo do tipo. E aí já viu né? Quando ela dorme tenho que fazer os serviços domésticos!

Estou no corre corre pra perder peso. De manhã quando Clarissa acorda, deixo ela com o pai e vou caminhar e dar uns trotes. A tarde faço meia hora de jump e a noite mais caminhada. A ideia aqui não é só perder peso, mas sim ganhar resistência física pra conseguir passar naquele tal teste físico. Está difícil viu? Tenho me esforçado muito, mas correr pesando 78kg não é fácil.
Parece que o peso empacou nisso. Fechei a boca, comecei firme e forte os exercícios e espero no fim do mês estar pelo menos com 75kg. Tem horas que o cansaço físico é grande demais. Mas quando penso que é o melhor pra minha filha, vou! Morta de cansada, com pernas doendo e tudo mais... Mas vou! Eu preciso passar nesse teste. Eu vou passar! Tenho que falar assim, pra acreditar.

Clarissa??? Está ótima! Maravilhosa. Não me dá trabalho em nada. Só chora pra comer e às vezes pra dormir. De resto é super calma.
Já fica asistindo tv sozinha enquanto faço as coisas, já segura a cabecinha firme, já acompanha tudo com os olhos, já rola a cama inteira, já fala como tagarela, já faz besourinho, já ri quando nos vê, já faz barulho quando ri, já consegue pegar nas coisas que ela quer - faz bastante esforço pra isso, já começou a estranhar.
Clarissa é super curiosa. Amorosa também. Amo quando ela me vê, ri e bota a mãozinha dela em meu rosto. Um amor! Ela é louca pelo pai. Amaaaaa. Ultimamente sua banheira está aposentada, ela prefere banho de chuveiro. E banho frio viu? Frio não, porque o calor tá tão grande que a água não esfria. Mas já não mornamos mais a água pro banho dela. A melhor coisa é que ela já dorme a noite inteira. Vai dormir no máximo 20h e só acorda às 4h30 ou 5h. Aí dou seu leitinho, troco fraldinha e deixo-a com o papi.

Nossa vida tá maravilhosa. Todos elogiam nossa bebê. Minha preocupação ultimamente é com sue peso: 7,090kg e 63cm com apenas 3 meses. Mas a médica disse que não podemos fazer regime nela agora. Então, vamos que vamos!

segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

2012 com um amor maior que o universo





Quando criança eu amava meus pais... Amava, mas teimava. Nem sempre fazia o que eles queriam, por vezes desobedecia e precisava ficar de castigo para aprender o que era certo ou errado.
Quando adolescente, apaixonei-me. Senti o coração disparar, as pernas tremer e pensei que era amor. Pensei jamais sentir coisa igual por mais ninguém. E depois de um tempo aquilo passou.
Depois conheci meu marido... E senti os mesmos sintomas, mas de uma maneira mais racional. Comecei a ter planos futuros com ele, e as pernas continuavam tremendo, o coração acelerava e se dispedaçava de saudade quando ficava um dia sequer sem vê-lo. Sempre fomos muito ligados um ao outro, e pensei de novo: jamais sentirei algo assim por alguém.
Até que engravidei. E já consegui sentir algo muito maior e diferente antes mesmo de Clarissa nascer. A cada mexida dela, a cada semana de gestação completada, a cada crescida da barriga o amor só aumentava. E pensei já conhecer aquele amor maior do mundo, incondicional, sem fronteiras que toda mãe fala que só mãe entende. Até que ela nasceu e quando olhei seu rostinho, seu corpinho, seus olhinhos... Parecia que eu ia explodir de tanto amor. Um amor que me faz chorar, acordar milhares de vezes durante a noite pra ver se ela está bem em seu bercinho - logo eu que amava dormir, que me faz ficar paralisada olhando minutos a fio pra ela dormindo, um amor que me faz querer ser sempre melhor por ela... E pensei: agora sim! Agora já conheço o amor de mãe.
E mais uma vez me enganei! Porque a cada dia descubro que esse amor ainda tende a crescer. a cada sorriso sapeca que ela me dá, a cada chorinho de sono, a cada nova descoberta e conquista de minha Pequena, a cada mês de vida completado... A cada dia esse amor só cresce e se renova.
E amor que eu sentia pelo meu marido também cresceu porque foi através do nosso amor que Clarissa nasceu. E o amor que eu sentia pelos meus pais de repente também crecseu, pois só agora eu consegui entender o que eles sentem por mim!

Feliz 2012 pra todos nós... Com o coração explodindo de amor