sábado, 30 de junho de 2012

Clarissa: gulosa, corajosa e teimosa.

Eu fiz questão de vir aqui, antes do post de 9 meses da Flor. Pois é, já já ela faz 9 meses. Fico pensando em todos os bebêzinhos que nasceram quase juntinhos dela e ainda os vejo RN, lembro das mamães aqui tirando dúvidas a respeito da maternidade. E agora já temos uns bebês com vontades, que quase andam ou falam pelos cantos né?
Voou né meninas:?
Fiz tantas amizades por aqui, que não quero abandonar de jeito nenhum nosso blog. Pometo visitar a todas nessa semana, e fazer pelo menos um post semanalmente. Vou tentar cumprir com isso tá?

Como andam vocês?

Por aqui tenho uma bebê super serelepe. Continua comendo de tudo, sem fazer cara feia pra nada. A menina não pode ver ninguém comendo que começa a mastigar... É muito engraçado. Ela fixa o olhar em nossa comida, parece realmente comer com os olhos e fica mastigando. rs Já disse ao meu marido que ela ainda vai nos matar de vergonha, mas por enquanto, o negócio está só engraçado.

Sobre a gula da Clarissa tem dois episódios que não posso deixar de registrar. Tenho certeza de que quando ela ouvir essas histórias, maiorzinha, morrerá de rir. Fomos ao supermercado, e quando estávamos já acabando as compras, colocamos no carrinho o danoninho dela. Quando ela viu na minha mão o danoninho, começou a gritar - pedindo. Eu pedi calma, e disse que ia dar. Fomos pra fila, sentamos e comecei a dar. Sempre dou 2 de uma vez, porque acho muito pequeno pra gula dela. Quando acabou o primeiro potinho a garota abriu o maior berro, sem nem me dar tempo de abrir o segundo. Acho que ela queria que eu abrisse os dois de uma vez, pra não perder tempo. O snehor que estava sentado ao lado lendo jornal, arregalou os olhos olhando pra nós. Creio que ele pensou que dei algum beliscão na menina, pra ela gritar daquele jeito. Dei o segundo potinho. E na última colherzinha, já fui avisando baixinho: "filha, é a última tá?". Gente, quando a menina sentiu o pouquinho de danoninho na boca, gritou, gritou, gritou. A menina fez um escândalo. Meu marido que estava colocando as coisas pra passar no caixa, morto de vergonha, mandou eu dar outro. Mas peraí, 3 danoninhos??? É demais! Não. Ela está satisfeita. Deixa ela chorar. Juntou o sono e a gula e num deu outra. A menina chorava, gritava, se esperniava, e todo mundo me olhando. rs Tentando imaginar o que eu teria feito. Fui conversando com ela, tentando acalmá-la. Nada dava jeito. Suspendemos o jantar fora e bastou o carro andar um pouco, a pequena dormiu. Aff que sufoco.
Outro dia, em casa, dei o leitinho dela antes de nosso jantar, para que ela não ficasse pedindo nossa comida. Mas na hora do jantar, a menina queria nossa comida mesmo assim. Mesmo de bucho cheio. Sugeri ao marido que déssemos seu primeiro pedaço de pão (seda). Ele deu. Ela foi comendo sozinha devagarzinho. Quando terminou, pediu mais. Ela pede mesmo. Olha pra sacola de pão, aponta, e fala: "an an an". Gente, eu devia estar com uma câmera pra filmar a garotinha comendo o seu segundo pedaço de pão. Ela comia na maior rapidez e não tirava o olho da sacola. Entendendo que se comesse e terminasse logo, ganharia mais. A gente mal conseguia tomar café de tanto que ríamos. Não deu noutra, pela primeira vez, Clarissa se engasgou. O pai ficou logo nervoso, sacolejou a menina, e quase a matou de susto. Eu a peguei com calma, vi se conseguia tirar o pão da boca dela, mas nada. Coloquei-a de bruços e comecei a bater nas costinhas. Ela chorava, ficou logo vermelha, engasgada mesmo. E o pai nervoso. Até que de repente, ela deu um arroto e botou tudo pra fora. Imediatamente, juro que não estou mentindo, ela parou de chorar, olhou pra sacola de pão e gritou: "me dá". kkkkkkkkkkkk Até hoje rimos disso. Já vínhamos ensinando a falar mas essa foi a primeira vez que ela disse me dá!

No mais tudo ótimo. Ela já fala, mamãe - foi a sua primeira palavra e chorei pra me acabar, me dá, nenê e papai. Papai foi a última. Ah, ela as vezes também fala Não. Ela tem ouvido muito isso mesmo.
Ela é teimosa, a gente diz não, mas ela insiste.
Também é corajosa. Engatinha tudo, e não quer mais ficar de 4 pés no chão. Agora quer andar pra lá e pra cá. Se apoia em tudo que vê pela frente e segue andando. Acredito que até os 10 meses ela consiga caminhar sozinha!

Clarissa amou as festas juninas. Não teve medo dos fogos, nem da fogueira, nem da fumaça. De nada. Se encantou com as bandeirinhas, balões e com as quadrilhas.
E nos encanta a cada dia mais!

3 comentários:

  1. Some não Cintia, sinto falta de saber dos bbs que nsceram na mesma epoca que os meus, esse cantinho é muito especial, não deixe de aparecer não.

    A clarissa é hiper fofa, esperta que só, sempre vejo as fotinhas dela lá no face, é uma gostosa, e aqui em casa tambem creio que aos 10 meses tambem estaram caminhado. parabens mamãe por essa princesinha. bjoss

    ResponderExcluir
  2. Nossa voa mesmo!!!!!Lembro de quando ela nasceu e eu ainda estava gravidinha, cheia de medos, ansiosa, doida para saber como seria o parto e tudo mais, agora a sua flor já está com 9 meses e a minha com 3, Deus abençoe vcs!bjs

    ResponderExcluir
  3. Meu Deus!!! A Clarissa já fala mamãe??? Geeente, essa menina é muito precoce! Que delícia! Vc deve ter ficado muuuuito feliz né? Eu não vejo a hora da minha falar algo, nem que seja papai, hehehehe.
    Posta fotos dessa princesa!
    Ah! Tem sorteio no meu blog. Passa lá.
    Bjos

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita... Diz o que você achou sobre o post. Amamos saber sua opinião!