sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Amamentação: Tem que ter peito!


Tentei... Juro! Permaneço tentando! Mas é difícil. Pra amamentar tem que ter peito.
Antes mesmo de Clarissa nascer eu já me preocupava mais com a amamentação do que com as dores do PN. Mesmo assim tinha em mente dar a minha bebezinha o leite materno exclusivamente até o sexto mês de vida.
Me preparei por inteira pra isso. Preparei os seios, usei concha de silicone para fazer o bico, usei a esponja vegetal e tomei bastante banho de sol. Tudo para evitar as famosas dores e rachaduras. Na verdade, eu sempre soube que amamentar não é aquela belezura que aparece nas campanhas de amamentação. Eu sabia que era tudo lindo, mas que também poderia ter muita dor, muitas noites de sono e o pior: que o leite não fosse suficiente pro bebe.
Clarissa e eu começamos bem! Na primeira mamada ela já acertou direitinho o jeito de pegar no meu peito e mamou super bem. Tive sorte também porque meu peito não rachou, não sangrou nem doeu horrores como já ouvi falar. É bem verdade que o peito direito quis rachar, doeu, muitas vezes eu chorava quando ela mamava nele, mas me segurei, aguentei, permaneci com os banhos de sol e tudo se resolveu...
Tudo parecia perfeito. a Pequena mamava como bezerro e se satisfazia. Até que ela começou a querer ficar 24h no meu peito. Dia e noite... E chorava, se esperniava, com meu peito na boca. Puxava e resolvi checar o que tava acontecendo. Percebi que ela sugava e nada saia. Também 24h no peito e querer que sempre saia leite??? De fato, não fui uma vaquinha.
Me segurei, chorei com ela... Insistia no peito, mesmo sabendo que ele não tinha o que ela queria... Até que depois de vários dias sem dormir e a Pequena chorando um dia inteiro no meu ouvido, mesmo com o peito na boca, resolvi buscar outra alternativa.
Eu já estava com mal estar e mal me aguentava em pé. Liguei chorando pro meu marido, dizendo que o peito tava vazio e Clarissa chorava de fome e ele em pouco tempo chegou com uma lata de Nam em casa. Chorei horrores. Senti-me uma fracassada. Como eu não tinha leite pra amamentar minha filhinha? Por quê?
Depois de muito pensar fiz a primeira mamadeira pra ela. E ela tomou em poucos segundos 60ml de Nam. Depois disso ela dormiu feito um anjo.Chorei mais ainda. Realmente era fome que ela sentia. Ela tinha apenas 9 dias quando isso aconteceu.
No dia seguinte, os seios amanheceram vazando leite e cadê a Clarissa conseguir pegar? Com apenas uma mamadeira, ela já não queria mais meu peito e chorava de fome... e eu chorava insistindo. Não é possível, meu peito tá cheio e ela não pode ter desaprendido tão rápido a mamar... Ela chorava de fome, mas não me rendi. No fim da manhã enfim ela reaprendeu a pegar meu seio e mamou como nunca. Depois dormiu.
E tem sido assim nos últimos tempos... Durante o dia peitinho da mamãe, a noite Nam - com colherzinha. Ela bebia logo e num instante pegava no sono.
Confesso: pensei só em mim! Pra mim era bem mais prático dar o Nam a noite. Eu não aguentava mais ficar com ela pendurada no peito quase que 24h. Aquilo tava me fazendo mal. E com o Nam ela ficava literalmente dopada e eu conseguia dormir um pouco mais.
Pois é, o que começou com apenas uma mamadeira, começou a se estender por várias durante o dia e noite, e o peitinho ia ficando em segunda opção.
Percebi que cada vez mais ela preferia o Nam ao meu peito. Minha produção estava diminuindo.
Quando fui à médica me assustei com o peso de Clarissa. Ela nasceu com 3,834kg; depois ficou com 3,600kg e em menos de um mês está com 4,700kg. Engordou 1,100kg em menos de um mês? Choquei!
A médica disse que está tudo bem com ela, mas pediu pra ficar alerta com o peso.
desabafei com ela a respeito do Nam e meu peito. Ela pediu pra insistir no peito. Que quanto mais ela sugar, mais leite irei produzir. Que o leite materno tem inúmeras vantagens pro bebê, evita várias doenças, inclusive obesidade... Que era uma opção minha, que realmente eu tinha que me doar quase que 24h no começo a ela, mas é o melhor pra ela.
Ela explicou: o leite materno é como um peixinho grelhado com legumes, e o Nam é uma feijoada. Por isso quando ela toma o Nam logo dorme, fica dopada, super cheia. Mas o que é melhor: o peixinho grelhado ou a feijoada?
Depois dessa simples conversa resolvi insistir no peito. Eu não quero ficar sem dar de mamar a minha Pequena. Apesar de perder muitas horas de sono a noite, não tem coisa mais prazerosa do que ver seu sorrisinho após a mamada ou vê-la segurar meu peito quando mama. É um momento único, só nosso e não quero perder isso. E parece que está funcionando. Tenho percebido que a produção aumentou. Que ela está ficando mais satisfeita com meu peito. Claro que reclama, anda sentindo falta da feijoada. Confesso que tenho sentido falta de ela dormir logo e mais tempo. É duro passar a noite em claro, passar horas com ela no peito... Mas quero o melhor pra ela, e vou insistir no peito! Sei que é passageiro, que é só até fazermos uma rotina certa e a produção realmente deslanchar... Só que a vantagem é que os benefícios são pro resto da vida!

10 comentários:

  1. Ai quando eu comecei a ler o texto fique triste mas no final fiquei bem feliz ... que bom querida que vc ta insistindo no peito vale muito a pena...esse desgaste é só no começo depois ela vai criando uma rotina...
    Se está sendo dificil pra vc imagina pra ela que não entende nada que está acontecendo aqui fora, tava la no quentinho da sua barriga de repente ta fora um frio, varios vultos sem o sonzinho do seu coração..
    é uma fase dificil esse começo mas depois que passar tenho certeza que vc vai sentir muito orgulho por ter insistido...
    Depois da uma olhada nesse video, é sobre relactação...http://www.facebook.com/photo.php?v=145287548888333
    beijinhos

    ResponderExcluir
  2. ...Que bom que o post acabou bem...rs...entendo perfeitamente as dificuldades da amamentação. Sofri horrores també,fiquei deprimida...num mundo de mães que se acham perfeita, aquela que não consegue por algum motivo amamentar é vista como "ruim"...na verdade amamentar não é tão simples como na tv e revistas...o importante é ver a criançada crescer saudável...seja no peito, seja no nan...

    bjs e boa sorte sempre...

    ResponderExcluir
  3. Nossa, Cintia!!! Vc me assustou... achei que vc tinha desistido... ainda bem que o final da história (no caso, do post) foi outro. Aguenta firma, amiga!!! É difícil, mas não há coisa melhor que dar de mamar ao nosso bebê. Bjsss

    ResponderExcluir
  4. Bee, tenho muito orgulho de sua corajosa postagem. Não é fácil mesmo e a gente tem é que falar, divulgar, socializar, fazer coro...sabe pq? Para que as mães de primeira viagem não se iludam pensando que é fácil e quando veem a dificuldade pensam que elas é que estão fazendo algo errado. Já que a Fernanda Lima, a Camila Pitanga e todo mundo aparece rindo e feliz amamentando (todas com ebebês gigantes q a gente percebe logo que ja tem mais de 1 ano, diga-se de passagem). Amore, NÃO à ILHA DE CARAS da maternagem! Uhu! E eu sei quão sincera vc está sendo. Paciência. Ser mãe é isso, em suma: ser paciente. Bjus de saudades

    ResponderExcluir
  5. Oieee!!

    Vou te dizer, eu sofri horrores, rachou, doeu, sangrou, não desceu mas insite, e vou te dizer também: insista, passa muito muito muito rápido e depois voce sentira falta! A amamentação é um momento apenas seu e dela e não voltara mais, e os beneficos são os melhores, e logo voce acostuma!

    Mas é assim, 24h, iritação e muita muita paciencia, noites sem dormir!

    mas passa e muito rápido!!

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Ci, achei uma dica interessante no livro q talvez vc nem lembre.

    Diz que a 1a mamada do dia (aquela depois q vc consegue dormir algumas horinhas a mais) é a mamada mais rica em gordura, que "sustenta" mais o bebe.

    Ai no livro ela sugere que, caso a mae desconfie de que no final do dia o leite já esteja em menor quantidade.. que a mãe troque as mamadas.

    Por um dia, ao inves de vc dar o 1o. mama no peito (de nam por mais 1 vezinha que seja), pra vc conseguir retirar o seu leite e armazene. Na ultima mamada do dia, vc dá o seu leite na mamadeira. Segundo o livro, assim a criança fica mais satisfeita e pode dormir melhor... e será sempre o SEU LEITE.

    achei super interessante a dica, e acho valido tentar...

    Bjkas... depois vc me fala se deu certo.

    ResponderExcluir
  7. Bom dia..
    No inicio começei a ficar apreensiva e um pouco triste por voce, mas agora que acabei me sinto bem feliz ...
    Que bom que voce decidiu isso e que ela esta bem e voce tambem...que bom que voce sente apesar de cansaço prazer em dar seu peito para a pequena... :D
    Que assim conitinue... Porque de facto leite materno e' o melhor para toda a nossa vida.

    Beijo
    Bom fim de semana

    ResponderExcluir
  8. e realmente dificil mas todas sabemos que o melhor e o peito neah... vou ficar na torcida para vc produzi muito leitinho pra sua pequena se fartar bjuss

    ResponderExcluir
  9. OI AMIGA, REALMENTE AMAMENTAR NÃO É TÃO FÁCIL ASSIM, NO COMEÇO É UM POUCO DIFICIL. EU PASSEI PELA MESMA COISA QUE VC. ACHAVA QUE MEU LEITE NÃO SUSTENTAVA O GABRIEL E DAVA NAM. E ELE ENGORDOU MUITO. NA VERDADE ELE ERA GULOSO DESDE RN. NASCEU GORDO COM 4,400 KG, HOJE COM 6 MESES E MEIO PESA 11,300 KG. POR ENQUANTO NÃO HÁ MTO O QUE FAZER, ELE NASCEU GRANDÃO. EU QDO PEQUENA ERA ASSIM, E MEU MARIDO TBM, E DEPOIS DE ADULTOS NÃO FICAMOS OBESOS, ACHO QUE BIEL NÃO CORRE ESSE RISCO. AMAMENTEI ATÉ SEIS MESES. COMO VOLTEI AO TBLHO QDO ELE ESTAVA COM 4 MESES, AOS POUCOS O LEITE FOI SECANDO... ATÉ NÃO SAIR MUITA COISA. ELE AMA UMA MAMADEIRA COM 300 ML
    BJUS

    ResponderExcluir
  10. Cintia, amore.
    Luigi esta com 18dias de vida hoje. E eu te conto que eu sim tive rachaduras, fissuras, feridas, e etc nos seios. Luigi suga como um bezerrinho. Sério. Ele suga tao forte que outro dia o pai dele estava segurando-o quando ele começou a chupar o braço do pai. Ficou roxo! Ai eu comentei: Agora entende o porque dos meus seios estarem desse jeito? Depois vou postar sobre amamentaçao e explico melhor tudo o que aconteceu até hoje! Mas desde ja antecipo que estamos conseguindo passar por isso. Fico feliz que voce tenha deixado o NAM pois sei do beneficio do nosso leitinho para as crias. Mas uma coisa aprendi! Nao julgar ninguém! Quando li que voce tava intercalando NAM e peito preferi nao comentar. Pois cada um sabe o que é melhor pra si e pra sua cria. So desejei la no fundinho que seu seio jorrasse e desse conta da fome da gordinha, alias, que GORRRRRDEEEENHA lindaaaaaaaaaaaaa! haha...
    Bom dear, vamos nos falando entao ta? Beijinhos e tudo de melhor por ai!

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita... Diz o que você achou sobre o post. Amamos saber sua opinião!