domingo, 24 de julho de 2011

Novidades

Oie amores... Acabei de chegar de Traipu, cidade natal do maridão. Revi a família, os sobrinhos, uma farra só. Todos falaram que estou ótima, que a barriga não cresceu muito...
Nesses dias tenho sentido muita falta de compartilhar com vocês minhas ideias, pensamentos, emoções.
O quartinho da Clarissa tá tão lindo gente! Acabei de passar na casa de voinha e pegar os lençõis que pedi pra lavadeira dela lavar. Lençol de berço, de xixi e um monte de outras coisas...
Mas vim rapidinho aqui, ainda sme tempo pra postar fotos, pra dizer que estamos ótimas. O único problema agora é realmente o inchaço dos pés e a ansiedade que aumenta a cada dia...
Em compensação a felicidade também só multiplica. Estamos feliz demais!

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Reapareci, mas ainda não foi de vez!

Aqui, quem está postando é Aline, irmã da Cintia. Não aconteceu nada com ela, fiquem calmas.
Ela pediu pra colar aqui o seguinte texto:

Gente que saudadeeeee!!! ainda bem que saudade não mata nem faz mal pro bebê né? Será?
Vocês não sabem da maior... Terça feira quando cheguei cheia de vontade de visitar vocês nos blogs e postar as novidades, descobri que o acesso ao blog em meu trabalho foi vetado. Pois é, passarei uns dias sem acesso diário. Como me mudei agora, ainda não conseguimos instalar internet no novo lar. Por isso meu sumiço.
Mas de resto, está tudo bem.
Clarissa mexe cada dia mais. a barriga agora segue os movimentos dela.
segunda-feira fui conhecer a maternidade que farei o parto e amei! Como meu médico estava de plantão, ele me deu um atestado médico para eu descansar em casa... Aí aproveitei o solzão que estava fazendo e fui lavar as roupinhas da Pequena.
Tirei fotos do varalzinho dela. Gente, tow babando em tudo! Pensem numa mãe boba: sou eu!
O quartinho dela já está quase pronto. Bercinho foi montado!
No fim de semana postarei fotos pra vocês e tentarei visitar todas.
Fiquei preocupada de Rafa e Ju terem nascido e eu nem poder visitá-las. Mas Malu prometeu me deixar avisada sobre tudo. Promessa é dívida hein amiga?

Saudade, saudade, saudade!

Qualquer coisa, se precisarem falar comigo, mandem email. Pelo menos a isso ainda tenho acesso!
cintiafernandes77@hotmail.com

beijo nas barriguinhas e/ou nos babys!
Cintia

sexta-feira, 15 de julho de 2011

Reformar móveis vale a pena

Duas postagens no mesmo dia? Pois é. Pra vocês verem que não consigo mais ficar longe daqui...
Já mostrei uma fotinha de como estar ficando o quartinho da Clarissa e muita gente gostou, por ser todo branquinho né? Realmente quero as paredes brancas, móveis brancos, tudo clean. O rosa estará apenas em alguns detalhes e quando enfim decidir a posição de cada móvel, irei colocar alguns adesivos lindos na parede.
O roupeiro dela eu comprei novo. Sempre quis também ter um trocador no quartinho da pequena, mas os que eu gostava custava nada menos que 600reais. Dinheiro demais pra quem já tinha gasto demais!
Até que acessando o blog de minha xará Cy vi a reforma perfeita que ela havia feito no guarda roupa da Malu, e com algumas dicas dela decidi também reformar um armário feio que eu tinha lá. Esse armário era feio, servia como tábua de passar ferro pra gente, ficava no quartinho da bagunça, mas é de madeira boa e se reformado ficaria bem legal.
Pois é, decidi arriscar! Contratei um bom pintor e o resultado vocês conferem em baixo.

Antes - armário feio com as latas de tintas em cima


Depois - lindo trocador, com dobradiças e puxadores modificados


O resultado ficou legal né?
Amanhã irei lavar as roupinhas da Pequena... Vou tirar fotos do varalzinho pra vocês curtirem.

Ontem estava babando as roupinhas dela e fiquei imaginando ela no Natal com este vestidinho da Gap. Lembro quando recebi este vestido chorei muito. Ele é lindooo! E no Natal ela vai caber direitinho nele. Ele é tam 3-6 meses, forma pequena!

Preciso dizer alguma coisa?

Em que mundo nossos filhos vão nascer?

Ontem acordei muito cansada, pernas inchadas e vermelhas. Decidi não ir trabalhar. A tarde já teria mesmo consulta médica e ir pela manhã cansada da maneira que eu estava não valeria a pena...
Fui ao Centro da cidade ver se comprava as camisolas de maternidade. Chegando lá: surpresa! Lojas fechadas e tumulto geral. A polícia havia apreendido mercadorias piratas dos camelôs e eles revoltados haviam invadido e depredado lojas. Onde fui parar?
Ousada do jeito que sou me atrevi a acompanhar aquilo de perto... De loja em loja, algumas tinha uma de suas portas abertas, procurando o que queria e tomando noção de toda a confusão. Tava numa loja quando de repente só ouço os gritos, bombas e o aviso: fecha, fecha!!! As portas na mesma hora foram fechadas com todos os clientes dentro. Os camelôs não estavam pra brincadeira: se eles não podiam trabalhar, nenhum comerciante podia.
O pessoal estava revoltado e uma senhora reclamou: e o povo ainda atende o que eles pedem. Olhei pra cara dela e respondi: se não atenderem eles invadem. O que você faria? Ela ficou sem resposta.
Fiquei abismada com toda a situação. Sei que no fundo eles não tinham intenção de fazer mal a ninguém, mas estava claro que fizeram. Eram idosos e muitas gestantes correndo pelas ruas com medo daquela multidão... Eles pareciam não temer nada! Parecia que já havia perdido tudo que podiam perder.
Dezenas, se não centenas, de camelôs protestavam contra a apreensão de suas mercadorias. Todo mundo sabe que pirataria é crime né? Ok Sabemos também que eles tiram o direito dos comerciantes de vender seus produtos legais, que sua presença ali causa muitas vezes tumulto e que existem mais camelôs do que clientes, que o local de trabalho deles dá suporte a certos malandros cometerem assaltos... Mas porque não existe uma política ou cultura melhor para formar esses cidadãos? Coloquei-me no lugar deles por um momento e chorei. É triste perder a única forma que temos de ganhar nosso pão de cada dia. Muitos deles estavam desesperados por ter perdido sua única fonte de renda. Com aqueles produtos piratas eles botam a comida na mesa, pagam seus aluguéis, e todas suas contas. Enquanto isso, o salário dos políticos só aumenta... É justo?
A tarde quando ia ao médico, ainda na rua da minha avó – almocei na casa dela ontem – em frente a uma farmácia grande e famosa da cidade havia vários carros da polícia, reportagem e ambulâncias. Dei uma paradinha básica pra ver o que tinha acontecido. Vi os vidros quebrados, balas pelo chão. Pensei: ih foi um assalto com vítimas! A noite vendo os noticiários do dia confirmei minha suspeita. Pior: a vítima tinha sido fatal. Após os marmanjos terminarem o assalto e darem as costas, um cliente da farmácia, que era policial e estava a paisana, deu uma de herói e foi atrás dos ladrões recuperar o dinheiro perdido. Resultado: os ladrões reagiram, houve tiroteio e a caixa da farmácia foi atingida com um tiro na cabeça. Morreu na hora.

Meu Deus! Onde estamos vivendo? Parece que não temos mais paz. Todos os dias, acompanhamos nos jornais tantas notícias ruins. Filhos que são tirados dos braços das mães ainda na maternidade, seqüestros, homicídios, assaltos, brigas no trânsito... Mas quando nos deparamos com aquela dura realidade tão perto de nós, pensamos: em que mundo nossos filhos estão nascendo?

Amanhã falo sobre consulta e outras coisas mais... Hoje estou meio que de luto!

quarta-feira, 13 de julho de 2011

Pensando no parto...

Domingo, uma senhora conhecida nossa, me olhou com estranheza e falou que minha barriga já estava baixa. Que não iria crescer mais que aquilo... Segunda, quando cheguei no trabalho, minha amiga louquinha me alertou: "menina o que você fez nesse fim de semana? Sua barriga tá muito baixa, cuidado. Chegando em casa não faça nada, fique só de pernas pra cima". Pronto, bastou essas duas pessoas dizerem isso pra eu ficar em alerta, e sonhar segunda e terça com o nascimento prematuro da pequena.
Detalhe: Barriga baixa indica que bebê já está se encaixando e pertinho de nascer.
Só que eu ainda não tenho nem 7 meses completos, então melhor me cuidar.
Segunda-feira mais uma vez sonhei que minha pequena nascia, cheia de saúde, apesar de prematura, mas não tinha roupa nenhuma limpa pra vestir. Por que será essa minha cisma com as roupas da pequena? Será que quando nasci fiquei bom tempo pelada? rs O engraçado do sonho foi que eu sentia as dores do parto de madrugada, e meu marido ficava super nervoso. Aí eu ficava o caminho inteiro de casa pro hospital pedindo calma a ele, que ia dar tudo certo. Quando acordei logo cedo ele perguntou o que eu tinha sonhado. Quando falei, ele disse: ah entendi. Você falou a noite inteira: tenha calma amor, tenha calma! Rimos muito.
Ontem o negócio foi mais tranquilo. Sonhei que ia ao médico falar sobre o parto, que estava com medo e tal... E de repente começava a sentir as contrações. A Clarissa nascia linda linda linda de matar. Tão gordinha, tão branquinha e os olhos bem claros. Bem verdes. Toda a família de meu marido babava ela e ficavam encantados com os olhinhos dela, pois na família dele não tem ninguém de olhos claros. Foi um sonho bom, sabe? Mas acordei apavorada!
Tem tanta coisa ainda pra ajeitar... Acordei e fui direto pro quartinho dela olhar as roupinhas menores, que irei lavar esse fds. Pra não correr o risco de ela nascer e ficar pelada né?
Também quero logo comprar minhas camisolas de maternidade e minha cinta. E fazer as malinhas pra maternidade. Não quero ficar mais angustiada com esse assunto.
Comecei a pensar enfim no parto. Comecei a sentir ansiedade e medo desses momento. Será mesmo que conseguirei o PN? Será que é o melhor pra nós duas? Comecei a pensar no leite que ainda nem deu o ar da graça por aqui... A pensar na distância de minha casa pro hospital. A pensar no hospital que irei ter bebê. Ainda não tenho nada definido. Será que estou muito atrasada?
Conversarei com o médico amanhã sobre o assunto. Sobre esses meus medos e se já está na hora de conhecer o local para enfim escolher onde vou ter Clarissa.
Pode ainda ser cedo, mas gosto de tudo prontinho antes da hora mesmo. Não quero ter surpresas desagradáveis!


Mudando de assunto...

Queria muito fazer o book fotográfico de gestante. Mas gente, que coisa cara! O mais barato que achei, cada foto custa 22 reais. Nouuuusssaaaa! Vou não, posso não, quero não, minha grana não deixa não.
Queria tantoooo. Falei com maridão ele disse que vai tirar umas fotos legais minhas. Claro que não será o book dos meus sonhos, mas pelo menos né?

Nota triste!
Hoje chegando no trabalho soube que um Voo da Noar caiu em Recife e 16 pessoas morreram. Este voo estava vindo pra Maceió. Muitas pessoas já começaram a ligar pra o Aeroporto daqui, pedindo o telefone de Recife... Imagino a aflição! Espero que Deus conforte essas famílias. Ai... quero nem ver o pessoal chegando aqui aflito e desesperado. A notícia do momento por aqui é essa: Triste.

segunda-feira, 11 de julho de 2011

Quarto da Clarissa - Cartinha pra minha Flor




Finalmente, depois de toda a correria, pude parar e sentar aqui em seu quartinho. Seu pai permanece arrumando as coisas. Agora ele está ajeitando um vazamento no banheiro, mas me pediu pra parar e descansar um pouco. Passei pelo seu quarto e nele parei. Sentei na sua cadeirinha de amamentação e do nada comecei a chorar. Não meu bebê, não chore não, não mexa nem fique triste, mamãe chora de alegria. Eu não poderia me sentir triste nesse momento.
Deus foi tão bom conosco. Eu parada aqui em seu quartinho posso te sentir. Ele já tem cheirinho de bebê. Já tem a sua cara. E olha que ainda falta colocar tanta coisa no lugar. Ainda falta seu bercinho, sua prancha, seus trocadores, seus brinquedos e enfeites. Imagina só quando estiver todo pronto? Não tem como não chorar. Seu quarto está ficando lindo, filha. Lindíssimo. Do jeito que sonhei. Seu paizinho e eu fizemos questão de comprar tudo o que tivemos vontade e achávamos que fosse necessário pra você.
Vendo assim, tudo no seu lugar, tudo arrumadinho, só me dá vontade de chorar. E choro de uma forma incontrolável. Choro, aliso a barriga e agradeço a Deus por termos tido condições de deixar tudo tão lindo. Sabemos que tudo o que compramos pra você não é tão importante. Coisas materiais só servem para deixar tudo bonito. É apenas enfeite, embalagem. O que mais desejamos mesmo é que você venha na hora certa, com saúde e que Deus nos dê sabedoria para que saibamos te educar da melhor maneira. Que você seja humilde filha, obediente e respeite a todos. Entenda que o importante é “ser” e não “ter”.
Esperamos que nunca nos falte dinheiro para colocar a comida na mesa e para investir em sua educação... Amor é algo que você já nasce tendo de sobra... Seu pai e eu já te amamos tanto. E o resto filha? O resto é resto.

sexta-feira, 8 de julho de 2011

O chá foi um sucesso!

Gente, o chá foi um sucesso!
Acabei de sair do trabalho do maridão e vim direto pro meu.
Meus quitutes fizeram sucesso por lá... A torta salgada ainda quentinha, foi devorada! Sobrou muito pouco dela e trouxe pra dividir com os colegas daqui.
O bom é quando o pessoal fala que está tudo uma delícia, repete o prato e depois pergunta: foi você que fez? E eu toda orgulhosa, dizendo que sim! rs
Nossa bebezinha linda ganhou bastante fraldinha. Fiquei muito feliz! Valeu muito a pena esse chá. Ficaremos sem comprar fraldinhas pros começos de meses dela. E gastei tão pouco!

Estou feliz! Imensamente feliz. Nossa filhota pula o dia inteiro! Ah, pula não. Agora sinto-a mudando de posição. Minha barriga já vai pra onde ela vai. Fica deformada as vezes. É a deformação mais linda que já vi! rs

Sinto que estamos chegando na reta final. Pertinho dos sete meses. Todo mundo pergunta se já estou de licença... Não, não. Quero aguentar trabalhando até os nove meses. Quero ficar o mais perto da minha Flor o máximo de tempo que eu puder. Só não sei se aguentarei trabalhar até os nove meses. Não sinto dores nem nada, mas minhas pernas estão cada vez mais inchadas e sinto um formigamento nelas, um peso enorme.
Semana que vem tenho consulta com o Go e conversarei com ele a respeito.

Ah! Uma conquista enorme esse mês. Ontem me pesei e não engordei nenhum grama durante todo esse mês. Acho que foi a correria da mudança. Foi ótimo isso, pois eu já engordei 9,5kg e estava com medo de passar dos 12kg. Vou em segurar...

Tow me achando tão bonita hoje. rs Acho que é a felicidade que tomou conta de nós e aí a gente vê tudo lindo mesmo!



Acreditam que tive vergonha de tirar foto lá? Tinha muitos homens, e fiquei com vergonha de pedir uma foto. Mas ficou tudo lindo, garanto! A noite tentarei tirar foto com maridão e nossas fraldinhas. Tenho tirado poucas fotos com o maridão!

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Lembrancinhas prontas x Fotos péssimas - Editado

Tão bom vir aqui e ver tantos recadinhos pra nós. Dá pra se sentir ainda mais amada!
Vim trazer fotos das lembrancinhas prontas. Ficaram lindas ao vivo, mas a câmera não ajudou a tirar fotos legais. No dia do chá tiro fotos melhores pra vocês e venho mostrar.
Incrível como ficaram fofinhas e gastei tão pouco nelas. Nem comprei as cartolinas. Fiz com folhas coloridas mesmo! Os confetes deram o ar da graça!





Quanto aos quitutes, amei as dicas de vocês... se fosse em casa faria todos os salgadinhos do mundo. Sei como uma coxinha, risoles e frituras são gostosas, mas em minha opinião só prestam quentinhas. Como será algo bem simples mesmo, no horário do almoço, resolvi fazer só aquilo mesmo, com pequenas mudanças!



No lugar do mousse de maracujá, decidi fazer brigadeiros e beijinhos, pois não precisarei gastar com os copinhos e colherzinhas, que são carinhos!
E afinal, quem não gosta de brigadeiro? Difícil né? Eu não sei se vocês são assim, mas mousse de maracujá pra mim, também tem que ser geladinho. quente não rola. E como irei levar tudo cedo pra lá, temos que ser práticos!

Decoração realmente não terá. Meu marido trabalha numa revendenora de carros. A festinha será lá no refeitório deles, com os mecânicos, vendedores e demais colegas. Como falei, todas as festinhas de lá só tem bolo e refri. Então acho que a da Clarissa já tá legal.

Agora vou preparar o cardápio, para que eles saibam o que estão comendo e pronto.
Acho que só volto aqui na sexta, com fotos pra vocês!

Xero grande nas barriguinhas

terça-feira, 5 de julho de 2011

Preparação do Chá de Bebê no trabalho do maridão - Tudo de última hora!

Pois é... Os colegas de trabalho de meu marido há tempos vem falando de fazer um chá de bebê pra Clarissa. Lá eles amam festinha de boneca sabe? Disseram que meu marido levaria os comes e bebes e eles as fraldas. Com a mudança de lar, meu marido avisou que só ia fazer no início do mês de agosto, mas o pessoal não quis ouvir: ontem mesmo já começaram a levar as fraldinhas pra Clarissa e disseram que o chá vai ser na sexta, dia 08. Maridão me liga agoniado, dizendo que tenho que preparar tudo, porque já tem 30 pessoas confirmadas e muitas delas estão levando aquelas caixas de pampers total confort pra pequena.
Gente, só faltei chorar. Mas pra não dizer que sou chorona, me contive! Fiquei muito emocionada por saber que minha pequena já é tão querida, que todos gostam tanto de meu marido e fizeram questão de dar a melhor fraldinha pra ela.
E no meio de tudo isso... post que seria pra hoje, com fotos do quartinho dela, ficou pra outro dia. Afinal tô correndo pra organizar esse chá de bebê e preciso de muitas sugestões hein?
Helpppppp
Será coisa simples, lá mesmo no trabalho dele, na hora do almoço. Não precisa de decoração, e na opinião de meu marido, nem de lembrancinhas. Mas as lembrancinhas faço questão de fazer!
Pensei em algo simples mas bem bonitinho. Achei linda essa fraldinha. O que vocês acham?


Já fiz o teste no papel normal, mas acho que ficou fininho. Creio que comprarei cartolina lisa, verde e rosa, e faço várias dessa. No lugar do botãozinho, colocarei um lacinho, pois não tenho tempo de ir comprar nada. Vou usar tudo que tenho em casa mesmo. Dentro colocarei um saquinho com confetes mesmo e a fitinha rosa com o tag que fiz. Vejam se ficou legal!


Minha dúvida mesmo é nos quitudes... O que devo levar pra lá???
Encomendei uma torta doce de chocolate que o povo de lá ama. Lá quando fazem festinha é só a torta e os refris. Mas claro que no chá de Clarissa não pode ser só isso... Pensei também em fazer uma torta salgada de frango, que, modéstia parte, fica deliciosa. E também levar umas empadas, tortiletes e copinhos com mousse de maracujá. O que vocês acham? O que mais posso fazer? Deem opinião! Precisooooo.

Xero grande... E a correria não pára! O melhor de tudo é que Clarissa pula sem parar aqui na barriga da mamãe. Parece que está muito feliz com tudo isso!

Em tempos, re-decidi não privatizar o blog por enquanto. Deus é mais, e nenhum olho ruim irá nos atingir. Amém!

segunda-feira, 4 de julho de 2011

Misto de alegria e tristeza - Privatizando o blog

Essa mudança mexeu comigo... Foram 3 dias de luta, sem ajuda de ninguém! Ninguém que eu falo é família! Claro que um amigo de meu marido nos ajudou em tudo e também chamei minha faxineira, que é maravilhosa, para dar conta do recado comigo...
Senti falta de uma ajuda da família. Em especial da minha mãe, que disse que me ajudaria em tudo, que quando a bebê nascer vai ficar o mês todo comigo mas na hora H, nem uma ligação fez pra recomendar cuidado. Essa parte foi triste, mas tem muitas coisas alegres pra contar, então melhor não falar sobre isso.

Primeiro uma notícia: quero privatizar meu blog. Alguém pode me dizer como faço isso? Decidi que só as pessoas que eu quero que vejam o conteúdo dele, poderá acessá-lo. Tem muitas pessoas, que entram apenas por curiosidade, leem tudo, não deixa um comentário aqui, mas sai espalhando sobre minha vida pro resto do mundo. acredito muito em Deus claro, mas também acredito na maldade alheia. Têm pessoas que não ficam felizes com a alegria alheia, e delas eu quero distância.
Quero que faça parte de meu blog apenas vocês que me acompanham no dia a dia, que estão sempre com palavras carinhosas pra me oferecer e tudo mais. Meu marido ainda pediu pra eu excluir o blog, que não é bom divulgar tanta coisa na net... Eu sei que não é bom, mas já criei tantos vínculos por aqui, que nem penso na possibilidade de excluir o blog. Por isso: quero privatizá-lo! Alguem me socorre?
Quem quiser continuar acessando, vai deixando seu email aqui nos comentários, ou mande email pra cintiafernandes77@hotmail.com

Segundo: A mudança foi um sucesso! Chegando lá já fomos super bem recepcionados pelos vizinhos, que ofereceram ajuda, água gelada ou até ferramentas, se caso precisássemos. a rua é tranquila. Tem muitas crianças com no máximo 2 anos. Me senti muito a vontade por aqui. Bem, como vocês sabem comecei na sexta lavando a casa. Sábado foi a mudança propriamente dita. Fomos dormir a meia noite. Sou do tipo que não gosto de ver nada fora do lugar. Mesmo com os pés doendo muito e inchados, eu queria continuar. Minha faxineira e eu só paramos porque o maridão nos obrigou a tomar banho pra dormir. Mas no domingo, às 6h da manhã já estávamos novamente no batente. O cansaço, que era grande, não era maior que a satisfação de ver tudo tomando forma, de ver tudo se encaixando tão bem! Hoje quem entrar em minha casa, não imagina que eu me mudei no sábado. Está tudo pronto! Pequenas caixas de livros apenas pra serem guardados e roupas a serem passadas. Alguns outros detalhes, como instalação da máquina de lavar, colocação de espelho nos banheiros... Detalhes mesmo que faltam! Mas o resto está pronto. Prontíssimo! Inclusive o quartinho de Clarissa.
Ontem quando terminei tudo, sentei na cadeira de amamentação no quarto dela e chorei, chorei, chorei. Agradeci muito a Deus pelo marido maravilhoso, por essa gestação tão saudável, por ter tido condições de formar um quartinho tão perfeitinho, do jeito que eu sempre sonhei.
Fotos? Mais detalhes? Só quando privatizar o blog. Por isso, me digam logo como faço isso! hehe

Ainda ontem, quando íamos deixar a faxineira em casa e pegar o resto das coisas que ficaram no apt, um fato lamentável nos ocorreu. Meu marido estava na direção, subindo uma ladeira e avistamos uma batida na frente. A ladeira era estreita então meu marido teve que esperar um carro sair, pra continuar subindo... O carro saiu, mas o outro vinha com um cara que não sabia dirigir mesmo - inclusive já tinha batido no outro carro, né? Imaginem a situação: a gente no carro parado, no meio da ladeira, esperando espaço pra passar, vem esse louco descendo a ladeira, e eu comecei a gritar: "amor, desce, desce ele vai bater na gente! Meu marido queria descer, mas infelizmente tinha um carro atrás da gente! Ele deu sinal pra o carro de trás descer, mas não houve tempo! O cara veio, subiu a calçada, quase atropelou uma snehora que estava sentada na calçada e conseguiu entrar em casa rapidamente, e quando desceu a calçada foi diretinho no nosso carro. Pufff Bateu!
Gente, é difícil descrever a cena! Parece aquelas coisas que a gente vê em jornal de motoristas que sobem calçadas e atropelam gente sabe? Já fiquei nervosa vendo ele quase atropelando a mulher, e eu gritava, chorando, dizendo a meu marido que ele ia bater na gente. Mas nada pôde ser feito pra evitar o ocorrido. Eu entrei em pânico. Me faltou ar, desci do carro como uma louca, meu marido querendo manter a calma, me pedindo calma! A multidão veio me acudir. "Tome essa água moça, se acalme, pense em seu filho". E eu desesperada, gritava, tremia, e preocpada com o que podia acontecer com meu marido. O local não era dos melhores... Meu marido acompanhou o cara, que morava ali pertinho, disse que ia chamar a polícia. A tia do menino, pediu por tudo pra não fazer isso, pois o pai dela estava de cadeiras de rodas, com derrame e não podia passar. por aquilo. Pediu pra gente fazer orçamento que ela iria pagar. Tudo mentira, claro! dava pra ver que eles não teriam condições de pagar nada.
Na hora me veio um monte de pensamentos: a mudança que fiz sozinha, quando a mulher bateu comigo na direção há menos de 6 meses e agora isso. Foi demais!
Passei mal mesmo. Vocês não têm noção, chorei, chorei, chorei. Mas o dia acabou bem. Graças a Deus a senhora conseguiu escapar do atropelamento, eu apesar de nervosa, não tive sangramento nem nada e dos males o menor: apenas o prejuizo financeiro e o susto!
Meu marido passou a noite inteira preocupado comigo. Mas Clarissa mexia, mexia dizendo que tava tudo bem. De volta pra nossa casinha, namoramos um monte na porta de casa, como antigos namorados, e mesmo cansados e abalados com tudo o que nos ocorreu, estávamos felizes. Feliz demais e louvamos a Deus por isso!

Por favor: me ajudem a privatizar o blog.

sexta-feira, 1 de julho de 2011

Cansaço x Recompensa

Está sendo cansativo... Muito cansativo. Hoje as pernas já amanheceram inchadas. Nunca acordei com elas assim. Mas essas semana tem sido puxado mesmo. Dormir muito pouco. A ansiedade e o trabalho não tem deixado.
Fomos lavar a casa hoje. Só eu e meu marido. Sinceramente não quis incomodar ninguém. A faxineira deixei pra chamar amanhã e domingo que é o serviço mais puxado: tirar tudo das caixas, lava e ir arrumando em seus devidos lugares.
Maridão e eu lavamos tudo e ficamos babando a casa... Imaginando com nossos móveis, com nossos pertences. Ela realmente tem a nossa cara!
Saí de lá morta! Clarissa mexendo mais que tudo. Pernas formigando e ainda mais inchadas. Mas quando cheguei em casa, recebi do porteiro a encomenda que chegou pelos correios...
Uma das útlimas comprinhas que fiz pra pequena...

O cansaço logo foi embora e chorei, chorei, chorei... Vale a pena qualquer sacrifício por nossa bebê!