quarta-feira, 27 de abril de 2011

Procurando um cantinho pra chamar de nosso!

Entre todas as coisas que nos vêm à mente desde que engravidamos é pensar no nosso lar. Estamos casados há três anos e moramos num apartamento super espaçoso, bem localizado, seguro, etc e tal, mas com um pequeno grande detalhe: não é nosso! O apt foi cedido pela irmã de meu marido, que o “adotou” como filho desde que a mãe deles morreu... Desde solteiro meu marido mora lá, a irmã dele é do interior e mal vem à capital, e quando decidimos casar ela resolveu nos ajudar cedendo seu apt e assim não teríamos que pagar aluguel. Nesses três anos muita coisa aconteceu em nossa vida. Construímos uma linda e espaçosa casa de praia, à qual vamos quase todos os fins de semana, trocamos de carro, compramos moto, mas esquecemos um pouco de procurar nosso lar na capital. Que é onde moramos.
Depois que engravidamos temos pensado muito nesse assunto. Pensado mais em procurar um canto que podemos chamar de nosso. Não recebemos nenhuma pressão para sair do apt da irmã dele, nos damos super bem, mas não é nosso e temos consciência disso. Começamos a buscar um cantinho pra gente. Pesquisamos casas, apt, terrenos, mas tudo está num valor muito superior ao que podemos pagar. Talvez ao que QUEREMOS pagar. Meu marido não gosta de nada financiado. Só de imaginar pagar juros ele quase morre. E daí, juntar o dinheiro de uma casa ou apt pra pagar a vista é algo quase impossível hoje em dia, para nós pobres mortais. Hehe
As casas que gostamos é no valor mínimo de 150mil, e precisam de reforma. Apartamento do mesmo jeito. Gente, como as coisas estão caras!!! Como é difícil trabalhar, juntar dinheiro e ter nossa casinha! Resultado: continuamos pesquisando, pesquisando, sem nada encontrar. Tentamos um apartamento pelo Programa Minha Casa Minha vida, mas nosso salário ultrapassa a renda do projeto e não conseguimos ganhar subsídio nem ter as vantagens dos juros baixos. Pensamos em ele fazer um acordo na empresa que trabalha, já que sou funcionária pública e não posso fazer isso, pra ele se demitir, e enfim nos encaixarmos no Programa só com minha renda. Mas estamos deixando essa idéia de molho.
Até que uma amiga minha do trabalho vez ou outra me falava de um terreno que ela comprou, mas desistiu de construir. Falava da localização, do tamanho 10x25, valor e tudo se encaixava em nosso perfil... Mas nunca me falou que queria vender. Até que ontem ela me trouxe toda a documentação do terreno e me mostrou animada. Fiquei sem entender... Perguntei: Sim, mas por que isso? Você quer me vender esse terreno? E ela rindo, perguntou: você quer comprar?
Parecia que DEUS mais uma vez tinha colocado aquela “louquinha” em meu caminho. Quando falei da proposta pro meu marido ele logo perguntou a localização e foi checar se valia à pena. Me ligou empolgado, dizendo que o local não era todo habitado, mas era legal. A noite ele me levou lá. Confesso que tomei um susto. A rua tem muitos terrenos vagos, e eu que sempre vivi no meio da cidade, não sei se iria me acostumar com aquele barulho de grilhos e sapos. Mal desci do carro. Ele logo notou meu desânimo. Fomos pra casa pensativos. Coloquei nas mãos de Deus, pedi a ele luz. Afinal não é só o terreno, depois vem os gastos com a construção, dor de cabeça com pedreiro, etc. Hoje de manhã fomos novamente lá. Durante o dia o lugar é até melhor. Movimento de pessoas, casas lindas e novas, outras casas em construção, rua pavimentada sem chance de alagamento...Imaginei aquele loteamento daqui a dois anos e fiquei empolgada também! Fiquei pensando em nossos filhos aprendendo a andar de bicicleta em frente de casa. É, gostei! Pedi pra meu marido levar meu avô, que dá palpite certeiro em tudo e é quase um mestre de obras – ele ama vigiar o serviço dos pedreiros – e se ele gostar, acho que fecharemos negócio. Ontem quase não dormimos pensando nisso... E hoje nosso filhote estava querendo dar palpite em nossa decisão. Mexia todas as vezes que tocávamos no assunto. Espero que Deus nos mostre o melhor caminho!

11 comentários:

  1. Amiga que bom ! aonde é esse terrenos em que bairro ? estou torcendo por você , Ah minha Go é a Dr. Carla Maria , ela atende pelo meu plano que é o HApvida .
    Vc mora hoje em que bairro ?

    ResponderExcluir
  2. Oi flor, amei seu blog e estou te seguindo.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Amiga nada como um cantinho para chamar de nosso né! Olha quando meus pais mudaram para a casa nova, eu ainda morava com eles, e a nossa casa era a primeira do bairro, no inicio era difícil se acostumar, parecia que estávamos em uma fazenda, ninguem passava, carro? Apenas o nosso... E agora anos depois, nem parece ser aquele bairro, nossa tudo mudou, ate pareciam que estavam esperando uma pessoas construir primeiro, sei que a você não será a primeira no bairro novo, mas pensa pelo lado positivo, como você disse, seus filhos poderão andar de bicicleta na port de casa, e logo, logo, no "piscar" dos olhos você verá seu bairro todo loteado...

    Beijos na barriguinha

    ResponderExcluir
  4. Tenho certeza que o melhor pra vocês acontecerá!
    Terreno, subir a casa do jeito que você quer, pelo visto o lugar é calmo (mesmo que ainda seja calmo demais pros seus ouvidos)... Só pensei em coisa boa quando li!

    Beijosss e estou torcendo daqui!

    ResponderExcluir
  5. Glória a Deus! Foi muito bom ler o comentário e carinho de vocês! DEpois de entrgar nas mãos de Deus e ter como resposta meus filhos - pois é, não vi só um e sim dois - aprendendo a andar de bicicleta na porta de casa, resolvi fechar negócio. por enquanto foi só de boca, mas vamos providenciar a transferência! Obrigada mesmo por ler um post tão grande e comentar!

    ResponderExcluir
  6. Que bom que vc está achando um cantinho pra chamar de seu, nada melhor do que criar os filhos em nosso proprio ninho...
    E o bebê ja esta adorando a ideia de ter a casinha dele, ja que ele se mexe qdo vcs falam no assunto!
    Bjus flor e boa sorte!

    ResponderExcluir
  7. Oi flor,
    olha, eu e meu marido compramos um terreno de 1100 metros quadrados, sim enorme!!! estamos pagando em 40 parcelas.
    Todo mundo no começo disse q ficava longe, q eta muito grande,na zona nao tinham muitas casas.
    a gente comprou assim mesmo.
    Colocamos nas maos de Deus.
    Vc nao sabe como esta akilo agora, as pessoas estao fazendo casas aos poucos. Casas lindas!! e esse terreno vai valorizar muuuito, q se eu vendo a 4ª parte dele, vou receber o valor do terreno interiro q pague, so na venda da quarta parte o q nao penso fazer.NAO VOU VENDER MEU TERRENO.Quero deixar para meus filhos.
    Mesmo com casas pequenas, q cada um tenha seu canto.
    Pois hje estou morando na casa da minha mae de favor, pq nao tenho como construir enquanto pagamos o terreno, e nao quero q meus filhos passem por isso.
    Acredito q seja um otimo negocio.
    te digo, pelo q eu vivo neh?
    Mas a decisao e de voces!
    Nao tenho vizinhos do lado, por enquanto.
    Pois a esquerda, nao tem nada ainda.
    Na direita, um vizinho esta construindo uma casa linda!!!

    beijos.

    ResponderExcluir
  8. Adoro seguir blog de grávidas!
    É tão bom ver o que vai acontecendo, as descobertas...

    Rapha, mamãe da Alice
    http://maternarconsciente.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Eu moro de aluguel, mas sonho tb em um dia comprar a nossa casinha, nossa so nossa, bem pequenininha a reformar. bjinhos

    ResponderExcluir
  10. qd deixaMos nas mãos de Deus o melhor acontece com ctza =D continue confiandooo!
    bjuuu xará

    ResponderExcluir
  11. Nós tb queríamos comprar algo pra gente antes do Noah nascer, mas infelizmente, não estava nos planos de Deus. Talvez agora, consigamos algo, mas realmente, só Deus pra mostrar algo que possamos pagar. Enfim, vamos orar por vcs. Que tudo dê certo. Bjsss

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita... Diz o que você achou sobre o post. Amamos saber sua opinião!