sexta-feira, 15 de abril de 2011

Quem disse que homem não engravida?

Meu marido está grávido! Li-te-ral-men-te... Desde o dia em que descobrimos minha gestação, ele sente tudo o que sinto, e um pouquinho mais!
Robinho que nunca foi de dormir muito, agora dorme melhor que eu. Chega em casa cansado e sonolento, após um dia de trabalho. Confesso, sinto mais sono que antes... Mas sempre fui dorminhoca. Ele não. Se vou deitar 19h, ele vai comigo. E pior: pega no sono primeiro que eu e dorme até o dia seguinte.
Desejo? Tem variado, enquanto eu ainda não tive nenhum. Pior de tudo: ele deseja, compra pra nós dois, eu não sinto vontade de comer, ele insiste que eu coma, insiste e insiste um pouco mais. E eu nego, nego, nego. RS Ele acha que tenho que comer mais que antes, que tenho que comer por dois e isso já vi em vários lugares que é mito. Tenho que me alimentar sim de forma saudável, de 3 em 3horas, mas não preciso ficar cheia até não poder mais comer...
Ele tem se preocupado muito comigo... Está mais sensível, mais atencioso, mais carinhoso. Isso é ótimo! Eu estou um pouco mais estressada e sei que isso é péssimo. Começamos esses dias a sofrer por antecipação. Pensando no nascimento do bebê, na minha licença maternidade e na volta ao trabalho... Dá vontade de chorar quando lembro que terei que voltar a trabalhar e deixar meu bebezinho lindo, indefeso com apenas 7 meses – terei licença de 6 meses mais férias emendadas - na mão de outra pessoa. Pessoa essa que eu ainda nem imagino quem seja. Ai ai... Melhor mudar de assunto.
O lugar onde trabalho fica a 20km de minha casa. Aqui em Maceió, consideramos isso muito distante, já que o trânsito está cada dia pior e levo no mínimo 40 minutos nesse deslocamento. A volta é ainda pior. Largo as 17h, mas só consigo chegar em casa as 18h. Ontem choramos muito pensando nisso! Como vou conseguir ficar o dia inteiro sem ver nosso bebê? Pra meu marido será mais fácil. O trabalho dele é mais perto e ele tem duas horas de almoço, então já decidiu que irá almoçar com nosso bebê todos os dias em casa.
Começamos a pensar na possibilidade de mudança. De comprar uma casa mais próxima ao meu trabalho. Até já começamos a procurar, mas está tudo cada dia mais caro. Os imóveis por aqui estão super valorizados e qualquer casinha velha vale em torno de 150mil. Levando em conta a localização que não é a melhor da cidade, decidimos procurar mais... Até lá quem sabe não achamos o lugar ideal?
Ele tem sentido um pouco a minha dor e sofrimento em relação a isso. E tem se empenhado a mudar essa situação, que demorará um pouquinho a chegar, mas vai chegar. Combinamos de não parar no tempo, continuar estudando pra concursos; já que os dois outros que passei – PRF e Eletrobrás – estão suspensos por tempo indeterminado; e buscar melhorias pra nossa família. Sinto que esse pequeno ser que mora dentro de NÓS já mudou muito nossa vida. E sei que mudará ainda mais quando nascer. Por isso que espero estar preparada para o mundo e para a vida quando ele chegar, e quero me esforçar o máximo, enquanto posso, para dar o melhor para nós três. É assim que o pai dele, que anda pensando como mãe, também quer!

7 comentários:

  1. Oi, Cintia! Obrigadíssima pelo carinho com meu blog. O seu tb é super fofo; já estou seguindo.
    A fralda Soft Touch é a top de linha da Mônica. É bem melhor sim que a Tripla Proteção, principalmente pq não é de plástico, mas daquele material que parece algodão / tecido. Eu gostei. Só não compre mtas P, pois eu achei o modelo pequeno demais. Dica: gostei de todas da Pampers. Até o modelo de plastico (Supersec) é mto macio, mas a melhor mesmo é a New Baby.
    O carrinho do Miguel é o Burigotto AT2 e eu AMO. É bonito, confortável, SUPER HIPER fácil de fechar e abrir (vejo mtas mamães sofrendo com isso), todas as rodas giram 360 graus. O Bebê Conforto tb é ótimo. Eu super recomendo. Não tenho queixa alguma.
    Se precisar de qq opinião, pode pedir, ta? Sei que é mesmo difícil começar a montar o enxoval. Tb sofri rs.
    Beijosss

    ResponderExcluir
  2. Oi Cintia!

    Obrigada pelo comentário no blog. Também estou te seguindo.
    O carrinho, bebê conforto e banheira são todos da Galzerano, modelo Joaninha. Adorooooo! Rss...

    Beijossss

    ResponderExcluir
  3. Que legal ele participar assim, Cintia. Qdo engravidei, meu marido também curtiu muito e engordou junto comigo. Como eu fazia ginástica e hidro, não engordei muito, mas ele não tinha tempo de se exercitar. Então, compramos uma bicicleta ergométrica para ele usar em casa. Foi muito bom. Curtimos tudo junto. É muito legal isso. Aproveite esse período tão gostoso em que ficamos em evidência. Beijão.

    ResponderExcluir
  4. Olá Cintia,Muito obrigada pelo seu comentario e pelo carinho, também adoorei seu blog!! e vou te seguir tbm!!! Meu marido tbm ficou gravido, ele teve desejos e enjoo, acho isso muito legal!!
    Beijinhuss...

    ResponderExcluir
  5. Que delícia que o marido está grávido juntinho com você,é bom pois nós nos sentimos amadas,cuidadas.A gestação deixa a mulher sensível,e todo carinho e atenção é muito importante.Quanto ao relacionamento de vocês dois,não deixem de se curtirem,de sair,de namorar.É normal no começo,esse desanimo,mas não deixe isso fazer vocês acomodarem a vida a dois.Se cuide e fica sempre bonita.

    Um beijoooo grande

    ResponderExcluir
  6. Oi linda!
    É muito bom sentirmos o companheirismo do nosso amor ne!? Ainda mais nessa época que estamos tão sensiveis.
    Adorei o seu blog, estou te seguindo.
    Bjokas!!!

    ResponderExcluir
  7. Esqueci de dizer q pode imitar o varalzinho! ;) rs

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita... Diz o que você achou sobre o post. Amamos saber sua opinião!